07/11/2018 | Saúde

Rede especializada de saúde divulga calendário de ações para o Novembro Azul

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer - INCA -, responsável pela formulação de políticas públicas de prevenção e controle do câncer, estima-se que, no decorrer deste ano, o país contabilizará ao todo cerca de 68 mil novos casos de câncer de próstata. Somente no estado de São Paulo, prevê-se 14,9 mil novas ocorrências da doença, aproximadamente.

Segundo tipo com maior incidência entre os homens, o câncer de próstata figura como uma das principais preocupações no tocante à saúde masculina. Tendo em vista o cuidado com o bem-estar desse público, a Rede de Saúde Especializada do município de Bauru realizará, no desenrolar deste mês, diversas ações referentes à Campanha Novembro Azul, de modo a conscientizar a população e assim promover a prevenção precoce e o rápido diagnóstico da doença.

As unidades especializadas atuarão juntas à comunidade e usuários dos diversos serviços públicos de saúde por meio do Departamento de Unidades Ambulatoriais de Saúde (DUA), com atividades educativas a fim de orientar e informar a população sobre o tema, além de outros assuntos, como diabetes e Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), por exemplo.

Além da necessidade em ampliar o conhecimento e esclarecer dúvidas da população sobre o tema, a iniciativa atende também à diretrizes do Ministério da Saúde, tais como a promoção e a prevenção da saúde através de postura proativa dos serviços de atendimento de maneira a evitar o adoecimento ou agravamento de patologias.

Confira abaixo o cronograma de atividades da Rede Especializada:

Ação “Novembro Azul: orientações sobre a importância do diagnóstico precoce”, com enfermeiros, psicólogo e nutricionista
Data e horário: 09/11, às 13h30
Local: Poupatempo
Público: população

Palestra “Novembro Azul: sinais e sintomas do câncer de próstata”, com Dr. Roberto Marins
Data e horário: 12/11, às 8h
Local: sala de reunião da Secretaria Municipal de Saúde
Público: profissionais da saúde

Palestra “Prevenção de câncer de próstata”, com psicólogo Wellington
Data: 27/11
Local: sala de espera do Promai
Público: usuários da unidade

Palestra “Abordagem dos temas: PSA, toque retal e encaminhamento”
Data: 27/11
Local: sala de espera do Promai
Público: usuários da unidade

Ação: “Grupo de orientações sobre câncer de próstata e oferta de testes rápidos para HIV e Sífilis”
Data e horários: 27/11, às 8h e 10h
Local: auditório Casa da Mulher
Público: parceiros das usuárias da unidade

Ação “Divulgação da Campanha Novembro Azul: distribuição de material didático”
Data: durante todo o mês
Local: sala de espera do CEO
Público: usuários da unidade

Ação “Divulgação da Campanha Novembro Azul: distribuição de material didático”
Data: durante todo o mês
Local: sala de espera da Maternidade Santa Isabel, Hospital da Unimed e Hospital São Lucas
Público: usuários da unidade

Câncer de próstata

Do tamanho de uma noz, a próstata é uma glândula unicamente masculina responsável pela produção do sêmen, substância que nutre e protege os espermatozóides. O câncer se desenvolve devido a multiplicação descontrolada de células, unidade estrutural do corpo humano, na próstata, gerando tumores.

Com início silencioso, a doença apresenta sintomas de maneira gradual. Dificuldade ou sangramento ao urinar, necessidade de urinar mais vezes, problemas de ereção e, em fase avançada, dores ósseas, infecção generalizada ou insuficiência renal são alguns sinais.

Dieta rica em frutas, legumes, verduras grãos e cereais, atividade física regular, manutenção do peso e não uso de álcool e cigarros são medidas preventivas contra o câncer de próstata. Exames de rotina e detecção precoce da doença são, por sua vez, as maneiras mais eficazes de prevenir o câncer. Homens a partir dos 50 anos devem procurar o posto de saúde mais próximo para agendar os exames. Filhos cujo pai tenha apresentado esse tipo de câncer devem dar início à prevenção aos 45 anos.

O tratamento consiste, de maneira geral, em cirurgia, radioterapia e acompanhamento, além de terapia hormonal em alguns casos.