23/11/2017 | Saúde

Bauru sediará encontro nacional da Luta Antimanicomial

O município de Bauru, através da Secretaria da Saúde, sediará o Encontro dos 30 anos da Carta de Bauru. O evento será nos dias 08 e 09 de dezembro e comemora os 30 anos da elaboração da “Carta de Bauru”, que definiu o dia 18 de maio como o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, importante marco para a saúde mental em todo o país.


A Carta de Bauru, assinada em dezembro de 1987, prima pelos serviços comunitários substitutivos à internação psiquiátrica, garantia de direitos ao tratamento humanitário e qualificado para pessoa com transtornos mentais e problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas.

O evento tem como objetivo ser um momento de reflexão e avaliação das Políticas Públicas de Saúde Mental, com novas possibilidades e estratégias frente ao cenário da saúde nacional.

As atividades são organizadas em conjunto com vários órgãos, conselhos, movimentos, associações, universidades e setores da sociedade brasileira. O evento deve contar com rodas de conversas, plenárias, assembléias e exposições de atividades artísticas e culturais. Haverá também, na noite do dia 08/12, o ato público comemorativo na Praça Rui Barbosa. As demais atividades deverão acontecer na Universidade do Sagrado Coração (USC) e no Parque Vitória Régia.

Bauru e a Luta Antimanicomial

O Município de Bauru assumiu desde 1988 o cuidado com de transtornos mentais graves, criando um dos primeiros serviços substitutivos à internação psiquiátrica do país, o NAPS (Núcleo de Apoio Psicossocial). Após a promulgação da Lei da Reforma Psiquiátrica Brasileira em 2002, Bauru, respeitando o previsto, ampliou o atendimento na rede de saúde mental. Foram criados os serviços substitutivos: o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS I -para adultos com transtornos mentais graves), o Centro Atenção Psicossocial Infanto Juvenil (CAPS inf) e o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas (CAPS ad), além do credenciamento do Ambulatório Municipal de Saúde Mental (AMSM), para acolhimento de pacientes estáveis do antigo NAPS e usuários do Ambulatório Regional de Saúde Mental do Estado (ARMS).

Em 2005, após o fechamento do último hospital psiquiátrico da cidade, foi implantado o Serviço de Residências Terapêuticas (SRT) atendendo pacientes moradores de longa permanência em estrutura manicomial. Hoje, esses pacientes estão inseridos na comunidade local no dispositivo Residência Terapêutica. Em 2008, Bauru fez a adesão ao Programa de Volta para Casa (PVC), contemplando a lei que institui o auxílio reabilitação psicossocial para assistência, acompanhamento e integração social fora da unidade
hospitalar. O programa tem como foco os pacientes com histórico de internações psiquiátricas sucessivas.

Em 2014, foi implantado o atendimento específico para menores com problemas decorrentes do uso, abuso e dependência de substâncias psicoativas em regime 24 horas, o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas Infanto Juvenil (CAPS ad III infanto juvenil).

Confira a programação e o evento oficial no Facebook no link:
https://www.facebook.com/events/241599543020086/

As principais atividades do encontro serão realizadas nas seguintes localizações:

USC - Universidade do Sagrado Coração
Endereço: Rua Irmã Arminda, 10-50 - Jardim Brasil
Telefone: (14) 2107-7000
https://goo.gl/maps/QUUhwXyTXTo

Praça Rui Barbosa
https://goo.gl/maps/XSr6wpMzYjC2

Parque Vitória Régia
https://goo.gl/maps/J9ZDyqdcjS42

Bauru sediará encontro nacional da Luta Antimanicomial