11/10/2017 | Cultura

6º Face começa neste final de semana

Festival de Artes Cênicas apresenta mais uma variedade de espetáculos e oficinas em vários locais de Bauru; todas as atividades são gratuitas

Resgatar a memória, o ser e sua atuação no coletivo. É com essa temática, "Lugar Memória", que chega em sua sexta edição do Festival de Artes Cênicas (Face), que percorrerá espaços de Bauru de 14 a 28 de outubro com uma variedade de atividades culturais. Os patrocinadores oficiais do evento são a Caixa Econômica Federal e o governo federal.

A programação dará a largada neste sábado, dia 14 de outubro, com a apresentação
“SerEstando Mulheres”, no Espaço Potótipo, às 21h. Quem se apresenta é o grupo Lume, de Campinas (SP). “SerEstando Mulheres” é uma história “dançada” pela atriz Ana Cristina Colla, sobre si mesma e sobre outras mulheres. A peça tem recomendação de 16 anos.

Já no dia 15, domingo, é a vez de “Berenices”, peça para o público infantil e família que será encenada no Sesc Bauru, às 15h, com o grupo Morpheus, de São Paulo. “Berenices” utiliza as linguagens do teatro de animação e das máscaras para narrar a saga da pequena Berenice e seu encontro consigo mesma e com o mundo.

E, mesmo na segunda-feira, a programação não para, com o espetáculo cômico “Circo de dois”, da Cia Pé de Chinelo. Com indicação livre, a peça será encenada na Praça da Hípica, às 19h, e é voltada para toda família.
O enredo conta com a “palhaça Jirda”, que chega com seu parceiro “Bisgoio”, para fazer aquele que seria o maior espetáculo de todos os tempos. Mas, o que era pra ser a consagração dessa dupla se torna um grande fiasco em meio a números de grande periculosidade, malabarismo e muita música.

Formação
Uma das propostas do 6º FACE é desenvolver atividades de formação. Para isso, oferece várias opções de oficinas, todas gratuitas. Nos dias 15, 16 e 17, a programação segue com a oficina “Trac¸os da Ac¸a~o”, das 9h às 13h, no Espaço Protótipo. Ministrada por Marcelo Bulgarelli, o curso propõe uma introduc¸a~o pra´tica a`s te´cnicas de construc¸a~o da ac¸a~o fi´sica baseada nos princípios do sistema de Biomeca^nica de Meyerhold, visando ao exerci´cio da consciência corpórea que este sistema oferece independente do estilo de atuac¸a~o. O pu´blico alvo são atores, bailarinos, diretores, músicos, estudantes de artes cênicas e interessados em geral.
No dia 16 o público conta com a oficina “Estado Palhaço”, das 14h às 17h, na Casa de Cultura Celina Neves. A oficina consiste em um mergulho no universo do palhaço possibilitando que os participantes individualmente possam entrar em contato permitindo o jogo da relação com o mundo, objetos, pessoas e público. A indicação é livre.


Sobre o 6º FACE

O festival engloba não só teatro, mas dança, circo, através de apresentações e atividades de formação. Haverá bate-papo após os espetáculos com a presença do mediador Aguinaldo Moreira de Souza.

As peças são voltadas para público variado, inclusive para toda a família. "Os gêneros são diversos e versam sobre lutas diversas, identidades, narrativas pessoais, culturas tradicionais etc", divulga Andressa.

Na quinta edição, o Face chegou a atingir diretamente um público de 4 mil pessoas. "Esperamos aumentar este número neste ano. Novamente faremos ações descentralizadas por Bauru para democratizar o acesso à arte e a cultura. Esperamos melhorar nossa excelência no atendimento destas ações".

Os realizadores do 6º Face são o Protótipo Tópico, a Prefeitura Municipal, a Secretaria de Cultura, a Sociedade Amigos da Cultura (SAC). Coorealização: Tusp Bauru, SESC Bauru, Unesp - FAAC e Instituto Confúcio. A direção geral é de Andressa Francelino, direção artística de Fábio Valério e coordenação de Lidiane Marques.

Serviço
Todas as atividades são gratuitas e os ingressos podem ser retirados uma hora antes nos locais dos espetáculos. As oficinas terão inscrição online pelo site facebauru.art.br. Informações: (14) 3100-0900

6º Face começa neste final de semana6º Face começa neste final de semana