Assembléia Cultural

A Secretaria Municipal de Cultura realiza no dia 16 de dezembro (domingo), às 10h, no auditório do hall de entrada do Teatro Municipal a assembleia para escolha dos membros das áreas artísticas para o Conselho Municipal de Política Cultural.

As inscrições para quem quer se candidatar a membro do Conselho podem ser feitas até dia 12 de dezembro a partir deste link ou até o dia 16 de dezembro pessoalmente na Secretaria Municipal de Cultura, na avenida Nações Unidas, 8-9, das 8h às 18h. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 3232-4343 e 3212-4861

Qualquer pessoa ligada a alguma modalidade artística pode participar da votação. Para isso não é necessário se inscrever previamente, os votantes preencherão um cadastro no momentos antes da assembleia, a partir das 9h30. Munícipes que não tenham relação direta com a área artística podem acompanhar a votação como ouvintes.

Sobre o Conselho

O Conselho Municipal de Política Cultural é um órgão consultivo e fiscalizador com funções deliberativas das ações culturais do Município, vinculado à Secretaria Municipal de Cultura.

É composto por 18 membros titulares e respectivos suplentes, escolhidos entre poder público e sociedade civil, esta, representada por um integrante ligado a cada uma das áreas artísticas, conforme consta na Lei Municipal nº 6.415/2013: artes cênicas (teatro e circo); dança; literatura; música; artes visuais; audiovisual; cultura popular (Carnaval, artesanato) e movimento hip hop.

O candidato precisa estar ligado a alguma das áreas artísticas descritas na Lei e ter no mínimo 18 anos de idade. O objetivo do Conselho é promover a participação democrática da sociedade em discussões sobre políticas culturais na cidade. A partir dessa representatividade, busca se garantir o pleno exercício dos direitos culturais e o acesso às fontes de cultura. O Conselho é renovado a cada dois anos.

Serviço

Assembleia 2018 – Conselho Municipal de Política Cultural
16/12, às 10h
Teatro Municipal “Celina Lourdes Neves”
Avenida Nações Unidas, 8-9.

Documentos


« Voltar